Site Logo
ISSN (Impresso) 1679-4435 - ISSN Online 2447-0147
351
Visualizações
Acesso aberto Revisado por Pares
ARTIGO ORIGINAL

Acidentes ocupacionais com materiais biológicos entre trabalhadores de laboratórios de análises clínicas em Cajazeiras, Paraíba, Brasil

Occupational accidents with biological material among professionals in clinical laboratories in Cajazeiras, Paraíba, Brazil

José Bruno Nunes Ferreira Silva; Tiago de Andrade Leite; Alexsandra Laurindo Leite; Wemerson Neves Matias

DOI: 10.5327/Z1679443520170052

RESUMO

CONTEXTO: Acidentes ocupacionais nos institutos de saúde podem resultar na transmissão de doenças infecciosas. A coleta e o processamento de amostras biológicas são fatores de risco para a ocorrência de acidentes em laboratórios clínicos.
OBJETIVO: Identificar os acidentes de trabalho com material biológico entre profissionais dos laboratórios de análises clínicas da cidade de Cajazeiras, Paraíba, Brasil.
MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal e analítico, utilizando um questionário semiestruturado, distribuído a 38 trabalhadores em seis laboratórios clínicos. Foram analisados os dados sociodemográficos, tipos de acidentes de trabalho, procedimentos pós-exposição, práticas de biossegurança e impacto emocional após a exposição.
RESULTADOS: Os acidentes ocupacionais foram relatados por 22 (57,9%) trabalhadores. O sexo feminino (81,6%) foi mais prevalente na população do estudo. Técnicos de enfermagem e bioquímicos foram frequentemente expostos aos materiais biológicos. Os acidentes ocorreram principalmente na região dos membros superiores (91%). Os fluidos biológicos relatados nos acidentes de trabalho incluíram sangue (81,8%) e urina (45,5%). Trinta e três (86,8%) entrevistados relataram a existência de procedimentos pós-exposição no local de trabalho. Quatorze (63,6%) participantes realizaram testes laboratoriais após exposição ao material biológico.
CONCLUSÃO: Os dados mostraram que os acidentes de trabalho nos laboratórios clínicos são frequentes entre os profissionais de saúde. Este estudo sugere novas abordagens sobre acidentes de trabalho nos laboratórios clínicos para melhorar as diretrizes de segurança biológica e as condições de trabalho dos profissionais de saúde.

Palavras-chave: sangue; acidentes de trabalho; exposição a agentes biológicos.

ABSTRACT

CONTEXT: Occupational accidents in health institutes can result in the transmission of human infectious diseases. The collection and processing of biological samples are risk factors for accidents involving clinical laboratory workers.
OBJECTIVE: To identify occupational accidents with biological material among healthcare workers in the clinical laboratories of Cajazeiras city, Paraíba, Brazil.
METHODS: We conducted a cross-sectional and analytical study using a semi-structured questionnaire distributed to 38 workers at six clinical laboratories. Social-demographic data, types of occupational accidents, post-exposure procedures, biosafety practices, and emotional impact were analyzed.
RESULTS: Workplace accidents were reported by 22 (57.9%) interviewees. Female gender (81.6%) was more prevalent in this study population. Nurse technicians and biochemists related the most frequent exposures. Accidents occurred mainly in the upper extremities (91%). The biological fluids related to the occupational accidents included blood (81.8%) and urine (45.5%). Thirty-three (86.8%) workers reported undergoing a post-exposure evaluation in the workplace. Fourteen (63.6%) participants underwent laboratory testing after biological material exposure.
CONCLUSION: The data showed that occupational accidents in clinical laboratories are frequent among healthcare workers. We suggest new approaches for occupational accidents in the clinical laboratories to ameliorate the biosafety guidelines and working conditions of healthcare professionals.

Keywords: blood; accidents, occupational; exposure to biological agents.


O CONTEÚDO DESTE ARTIGO NÃO ESTÁ DISPONÍVEL PARA ESTE IDIOMA.


Indexadores

Todos os Direitos Reservados © Revista Brasileira de Medicina do Trabalho